sexta-feira, 18 de junho de 2010

Atletas desparecidos

Quatro jogadores da equipa da Coreia do Norte estão desaparecidos. Esta notícia foi retirada daqui e aparece em vários jornais portugueses.

Quatro jogadores da seleção da Coreia do Norte estão desaparecidos desde a última terça-feira, segundo o jornal italiano La Stampa. An Chol Hyok, Kim Myong Won, Kim Kyong Il e Pak Sung Hyok já ficaram de fora da convocatória do jogo que o Brasil venceu por 2 a 1, no Ellis Park, em Johannesburgo.
Os atletas podem pedir asilo político no país africano por conta do forte regime ditatorial existente na Coreia do Norte, comandado por Kim Jong II. Os jogadores da seleção precisam provar que estão sofrendo algum risco de vida para conseguirem o visto de permanência na África do Sul.
Indagada sobre o caso, a Fifa disse, que se algo tivesse acontecido com os norte-coreanos, a Federação do país já os teriam comunicado.
A medida de viajar para competições esportivas e pedir asilo no país é comum aos atletas cubanos, que também fogem da ditadura comandanda por Fidel Castro.

A Coreia do Norte é uma das ditaduras mais fechadas (e perigosas) em todo o mundo. O facto de os jogadores terem aproveitado esta oportunidade para fugir não me admira nada. E digo mais: fizeram muito bem. Qual de nós, no lugar deles, não faria a mesma coisa?

Sem comentários:

Enviar um comentário